Facebook Twitter Youtube Flickr Instagram
PSD

Notícias

PFFY4232
Data: outubro, 2018Imprimir

Nesta segunda-feira (1/10), o senador Otto Alencar (PSD-BA),  presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática, esteve com o o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, no Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (SENAI CIMATEC), em Salvador. Eles foram ver de perto o supercomputador dedicado à pesquisa e ao desenvolvimento na área de petróleo.

Na visita, acompanhada pelo presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação da Câmara Federal, deputado Paulo Magalhães (PSD-BA) e o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, eles receberam detalhes do projeto de montagem do Centro de Supercomputação para Inovação Industrial, que vai apoiar a pesquisa, o desenvolvimento e a implementação de soluções inovadoras, com qualidade para a indústria brasileira, prioritariamente de petróleo e gás.

“Somente com investimento em ciência e tecnologia atingiremos os mais altos patamares do conhecimento e desenvolvimento em nosso País”, disse o senador.  O SENAI CIMATEC é uma das principais instituições em ciência e tecnologia do Brasil. O brilhante trabalho  da instituição é sempre destacado por Otto Alencar na CCT do Senado.

Supercomputador – o projeto tem valor de total de R$ 21,67 milhões. O MCTIC, por meio do FNDCT, deve repassar R$ 11,46 milhões para o projeto, sendo que R$ 6,8 milhões já foram pagos. O projeto prevê a implantação de um supercomputador com 100 TFlops, dedicado à pesquisa e ao desenvolvimento na área de petróleo.

O novo supercomputador será compartilhado com grupos de pesquisa, especialmente o INCT da Geofísica de Petróleo e a Rede do Sistema Nacional de Processamento de Alto Desempenho (Sinapad), da qual o Cimatec participa.

Adicionalmente, o Cimatec prevê a utilização da infraestrutura do novo supercomputador para o atendimento a demandas industriais que requeiram condições de simulação e de alto volume de processamento dando suporte à inovação, especialmente na fase pré-competitiva dos desenvolvimentos de produtos e de processos.

Cimatec – O Senai Cimatec tem capacidade para prestar serviços especializados e promover pesquisa aplicada com ênfase em tecnologias computacionais integradas à manufatura. Oferece cursos técnicos de nível médio, de qualificação, graduação e pós-graduação, além de cursos de aprendizagem industrial de nível básico e técnico.

Em 2011, foi escolhido um dos três centros de pesquisa do Brasil a serem apoiados pela Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial).

Possui uma área de 36 mil m2 com quatro prédios, sendo o Cimatec 1 e 2 compostos por infraestruturas dedicadas aos cursos ministrados pelo Senai-BA: laboratórios, salas, planta industrial didática de manufatura integrada, planta de fabricação avançada de ferramentas, auditório e biblioteca. Já os Cimatec 3 e 4 abrigam os Institutos Senai de Inovação (ISI) e Institutos Senai de Tecnologia (IST).

No total, possui cerca de 650 funcionários, sendo 46 doutores, 75 mestres, 40 especialistas, 90 engenheiros. Dispõe de 36 laboratórios.

 

 

 

Redes Sociais